Internacional
Redação Lux em 8 de Novembro de 2019 às 17:32
Lustres opulentos, colunas de mármore e esculturas de Lenine: o metro da antiga URSS
1/3 - 'Soviet Metro Stations' de Christopher Herwig Foto: DR
2/3 - 'Soviet Metro Stations' de Christopher Herwig Foto: DR
3/3 - 'Soviet Metro Stations' de Christopher Herwig Foto: DR

Ao contrário dos metros de Londres, Paris e Nova Iorque, os sistemas de metropolitano da ex-URSS ( União das Repúblicas Socialistas Soviéticas ) não foram criados apenas para ajudar as pessoas a deslocar-se mas também foram usados ​​como arte de propaganda.

O fotógrafo canadiano Christopher Herwig passou anos a fotografar essas estações, documentando  e compilando o "luxo comunitário" no livro, Soviet Metro Stations, publicado pela Fuel Publishing.

Na obra, o artista descreveu um dia típico enquanto trabalhava no projeto: "São cinco horas da manhã. Só dormi algumas horas, mas arrasto-me para fora da cama. Como um zumbi com um único objetivo, sou atraído pelo "M" iluminado, onde desço a escada rolante até a terra. Algumas estações estão tão longe que a viagem dura cinco minutos. Chego à plataforma, bem acordado e animado para fotografar este espaço de tirar o fôlego: um mundo subterrâneo, com um horizonte distante e um céu de concreto. ‘Após semanas de manhã cedo para aproveitar o vazio da hora do rush, eu deveria estar entediado - mas a variedade imprevisível mantém a emoção fresca. Passei anos a fotografar pontos de autocarro soviéticos, que eram monumentais de uma maneira mais humilde".

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção