Nacional
Redação Lux em 7 de Agosto de 2019 às 14:55
Ao fim de 25 anos, Mário Pacheco deixa o seu 'Clube de Fado' para se dedicar a outras paixões
1/5 - Mário Pacheco Foto: DR
2/5 - Mário Pacheco Foto: DR
3/5 - Mário Pacheco Foto: DR
4/5 - Mário Pacheco Foto: DR
5/5 - Mário Pacheco Foto: DR

O guitarrista e compositor Mário Pacheco deixou o Clube de Fado, ao fim de 25 anos de dedicação a um espaço que se tornou referência do fado e também de criação artística.

Tem sido no Clube de Fado que a Lux realiza, desde há vários anos, o seu tradicional Jantar de Fados com o privilégio de ter Mário Pacheco como mestre de cerimónias.

"25 anos - É o tempo que dediquei a criar e tentar fazer a referência principal do Fado em Lisboa - sem vaidade mas com orgulho: o 'Clube de Fado'! -Uma das paixões da m/ vida (talvez aquela a que me dediquei mais). Abdiquei do 'Clube de Fado'. Claro que foi uma decisão difícil, (tomar decisões é sempre dificil), no entanto, achei ser o momento certo. De facto, o passado passou muito depressa... e já sentia falta de tempo para me dedicar a outras paixões. Dedicar mais tempo à m/ família e à musica, são fantásticas prespectivas. -Sinto-me cheio de 'alma' para enfrentar novos projectos e espero voltar a sentir a felicidade da criação, de que quase tinha abdicado", confessa o virtuoso da guitarra.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção