Nacional
Cláudio Ramos: 'o Big Brother é a vida real a acontecer ao minuto. Eu faço parte dele até aos ossos'
Cláudio Ramos - 3ª Gala Big Brother 2020 (24/05/20)
Redação Lux em 25 de Maio de 2020 às 16:05

Cláudio Ramos não escondeu que cumpre um sonho de vida ao tornar-se apresentador do Big Brother. Na sua terceira gala em direto, que foi líder no seu horário de transmissão, com 25,3% de share, o apresentador de 46 anos, fez um emotivo balanço sobre a felicidade da experiência que vive.

"A imagem é de ontem. É a imagem da descida da escada em direção a vossa casa. Pisar este cenário é uma responsabilidade gigante. Mil vezes maior do que imaginei a vida toda. Pisar sem público num programa de auditório é ainda mais desafiante. Só nos temos um ao outro. Eu ali, vocês do outro lado. A televisão é feita desta cumplicidade conquistada entre quem a faz e quem a vê. O que sinto minutos antes de descer a escada não tenho como escrever. Varia de dia para dia. Um dia tentarei meter no papel tamanho estado de alma. Entro no cenário e desço as escadas na vossa direção com a vontade de lhes exibir emoções, de trocarmos experiências, de nos despirmos do resto e apenas sentirmos a televisão feita aquela hora com todas a emoções que despertará. Lembrem-se sempre, cada palavra que me sai da boca, cada gesto dos muitos que faço, cada observação, cada movimento, até as canções mal cantadas, é tudo para cada um de vocês...", nota Cláudio Ramos.

O apresentador evidencia: "O Big Brother é a vida real a acontecer ao minuto num programa de televisão. Eu faço parte dele até aos ossos. Quando visto um dos meus fatos e desço estas escadas sou ali, como em minha casa. Sério, brincalhão, feliz, atrapalhado, curioso, atento... sou Eu como me conheceram a vida toda inquieto na descoberta constante. Lembrem-se, sempre que quando desço estas escadas vou com a missão de me entregar por inteiro, correndo todos os riscos que um programa destes tem Este deve ser, no mundo, um dos programas mais difíceis de apresentar. São pessoas na sua essência. Sem guião. Apenas a viver e a mostrar o que sentem".

Em resumo, Cláudio Ramos declara: "Faço-o orgulhosamente feliz. Cada vez que desço estas escadas penso na enorme felicidade que levo colada ao peito por ter aos 46 anos a oportunidade de o fazer, o prazer de entreter e a responsabilidade de honrar uma equipa gigante que pensa como Eu. Televisão é equipa. Fazemos todos parte dela. Incluindo vocês. Sobretudo vocês! Obrigado.".

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção