Nacional
Três anos depois da troca de alianças simbólica, Rita Guerra casa-se pela quinta vez
André Bergano e Rita Guerra - Concerto 30 anos de carreira de Rita no Coliseu 04.11.16 Foto: Artur Lourenço/Lux
Redação Lux em 18 de Setembro de 2019 às 16:18

Foi em junho de 2017 que, depois de dois anos de namoro, Rita Guerra deu um importante passo na relação com André Bergano, trocando alianças com o realizador de programas de televisão.

Na altura, o casal não assinou papéis, tendo sido a troca de alianças um gesto simbólico.

“Casamento. Muito mais do que um contrato assinado é a vontade de estar e partilhar com alguém tudo o que de mais importante temos na vida, bom ou mau. Haveremos de assinar o papel, talvez; é um pormenor. O que realmente importa, já temos”, escreveu na legenda. 

Três anos passados, o casal decidiu mesmo oficializara  relação pelo casamento numa cerimónia civil que decorreu com vista para o mar.

Recorde-se que a cantora foi pedida em casamento no dia 22 de outubro de 2016, dia do seu 49º aniversário.

“Estou noiva e muito feliz. O pedido veio numa sobremesa, no meu dia de anos, no meio de morangos. Não estava nada à espera. Já tinha pensado nisso, claro, mas não estava à espera que se concretizasse. E estamos muito felizes. Ainda não há data mas será para o ano e será um casamento mais familiar. Foi muito bom encontrar este amor. Tropeçar em algo de que não se está à espera é o melhor que pode acontecer“, assumiu Rita Guerra no final do primeiro dos dois concertos comemorativos dos seus 30 anos de carreira.

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção