Internacional
Cátia Soares em 7 de Junho de 2016 às 19:56
Realizadora de "I Love Paraisópolis" grava em Portugal com Letícia Spiller e Maureen Miranda
1/6 - Letícia Spiller, Carla Böhler e Maureen Miranda Foto: João Cabral/Lux
2/6 - Letícia Spiller, Carla Böhler e Maureen Miranda Foto: João Cabral/Lux
3/6 - Carla Böhler Foto: João Cabral/Lux
4/6 - Carla Böhler Foto: João Cabral/Lux
5/6 - Carla Böhler Foto: João Cabral/Lux
6/6 - Carla Böhler Foto: João Cabral/Lux

 

Grávida de 5 meses meio, Carla Böhler, realizadora da telenovela "I Love Paraisópolis", que está agora a ser exibida em Portugal pela SIC, viajou até Portugal para gravar a curta-metragem "Atira-te ao Rio".

Lux - Por que razão escolheu Portugal?

Carla Böhler - Eu sempre fui muito apaixonada por Portugal e também houve uma sincronicidade muito grande. Eu estava grávida a precisava de sair do Brasil por causa do vírus Zika e, então, decidi vir para cá para fazer uma curta-metragem e para conhecer melhor o país.

Lux - E enquanto realizadora, o que é que está a achar das paisagens do nosso país?

C.B. - Acho super cinematográfico, com vários sítios lindos. Estou apaixonada por tudo o que vejo. É até difícil de decidir onde gravar o quê. Estou muito inspirada. 

Lux - Imagina-se a gravar cá uma telenovela?

C.B. - Adoraria fazer uma novela aqui. Seria lindo. Quem sabe não acontece...

Lux - O enorme sucesso do seu anterior projeto, a telenovela "I Love Paraisópolis", foi uma surpresa?

C.B. - É interessante porque começámos o processo sem termos certezas de como seria. Nós não tínhamos uma opinião formada sobre o que se deveria fazer. Havia, isso sim, uma vontade de trabalhar coletivamente e tínhamos muitos atores excelentes. Fazer esta novela teve um sabor muito especial, porque eu ainda sou uma diretora iniciante, de certa forma, e eu tive muita liberdade. Normalmente, a hierarquia é grande, mas neste projeto tivemos muita liberdade para criar coisas. Deu-me um gosto especial e está marcada no coração, para além das amizades que fizemos, claro.

Lux - No meio de tantos projetos, como é que está a correr a gravidez?

C.B. - Muito bem. Vai ser uma menina e vai nascer em outubro. Estou de 5 meses e meio.

Lux - Já escolheu o nome?

C.B. - Ainda não decidi, tenho uma lista, mas está difícil. Estou a ver se me surge um nome português, de repente (risos).

Leia também:

Letícia Spiller com projetos em Portugal: "Quero muito saber a reação do público daqui"

Letícia Spiller, a vilã de "I Love Paraisópolis": "Não é normal fazer tantos amigos numa novela"

Maureen Miranda, de "I Love Paraisópolis": "Chamavam-me espevitada, comilona e tarada"

Na próxima novela, Letícia Spiller vai ser cantora e contracenar com o ex-marido e o filho

 

 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
Mercado
pub
Outros títulos desta secção