Nacional
Redação Lux em 31 de Maio de 2019 às 12:15
Júlio Isidro após operação: 'Tenho coração para mais uns cem mil quilómetros'
1/2 - Júlio Isidro Foto: DR
2/2 - Júlio Isidro Foto: DR

Júlio Isidro tranquilizou os fãs relativamente à operação para fazer um cateterismo, realizada esta quinta-feira, dia 30 de maio.

O apresentador, de 74 anos, escreveu um longo texto onde conta com graça, como foi decidida a data da cirurgia, como decorreu e como correu "sempre atento ao ecrã porque não sou menino de fazer fitas". No final, Júlio Isidro garantiu: "estou em forma para vos entreter em televisão e na rádio por mais uns tempos. mesmo para aqueles que em silêncio se interrogam : - Quando é que aquele gajo se reforma!!!.

"Não sei como é que se soube.
Tudo combinado de forma discreta com o professor Manuel Pedro Magalhães uma pessoa que admiro há muitos anos um expoente máximo na arte de salvar corações.
Há uma semana: 
- Vamos fazer isso amanhã?
- Não posso porque estou comprometido com o programa da Tania Ribas Oliveira.
- E segunda ?
-Estou a editar peças do Vasco Rafael a quem vou fazer uma homenagem.
-Então terça....
-Estou a gravar dois Inesquecíveis...
- Marcamos para 4ª
-Não posso porque tenho programas na Renascença.
- Então quando é que pode pensar no seu coração?
- Só se for quinta feira e eu faltar à edição...
- Então vai faltar porque não quero que faça falta à sua mulher.
Não disse a ninguém, fui remoendo a ansiedade, e os dias passaram comigo a representar o bem.-disposto.
Enervei-me com a final da Taça de Portugal e até deu para ir à ante-estreia do Rocketman/Elton John. Claro que chorei naquela viagem de volta aos anos 60/70.
Hoje às sete da manhã, transportado pela Sandra Isidro e com o apoio da Mariana Isidro Do Carmo enquanto a Francisca Isidro em ânsias no Colégio, cheguei ao Hospital da Cruz Vermelha.
Que carinho, atenção e eficiência me trataram naquela aventura quase espacial de estar numa marquesa rodeado de tecnologia de filme de ficção, a ver um tubo a penetrar-me as entranhas, e a pesquisar o meu coração, onde até agora ninguém tinha mexido.
Fiz um cateterismo com angiografia, dirigido superiormente pelo eminente cardiologista Dr. Vasco da Gama Ribeiro com uma equipa de luxo.
Estive sempre atento ao ecrã porque não sou menino de fazer fitas, ai que está a doer.
Concluí que sou mais bonito por dentro do que por fora. O programa acabou bem embora a preto e branco e fiquei a saber que tenho coração para mais uns cem mil quilómetros.
Se uma coisa é ter bom coração, outra é ter um coração bom. Eu desejo o dois em um e faço por isso.
Só não sei o que aconteceu para algumas televisões darem notícia de que estava internado na Cruz Vermelha e da sequente onda tsunâmica de contactos nas redes sociais.
Fiz o pós-operatório com a Sandra, a Mariana e a minha sogra, a tranquilizar tantos amigos, conhecidos, desconhecidos e reconhecidos que temiam perder o dinossauro da televisão.
Tantas reacções inesperadas num caso que tratei discretamente porque não quero contradizer-me no meu princípio de recusar a especulação "dramatizante do artista".
Como aconteceu, só tenho que garantir que estou em forma para vos entreter em televisão e na rádio por mais uns tempos. mesmo para aqueles que em silêncio se interrogam : - Quando é que aquele gajo se reforma!!!
No meu coração existia uma assoalhada para os eleitos, neste caso eleitas, a Sandra, a Inês, a Mariana, a Francisca e as manas.
Agora abri um enorme salão mesmo na aurícula ao lado para receber os muitos milhares de amigos que hoje me disseram com preocupação,carinho e esperança que gostam de mim.
Muito obrigado à Cruz Vermelha e ao público deste velho senhor, nas fotos, Antes e Depois !"

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção