Nacional
Redação Lux  com CSS em 19 de Abril de 2016 às 17:05
Gonçalo Amaral absolvido
1/6 - Maddie: McCann vs Gonçalo Amaral
2/6 - Julgamento que opõe pais de Maddie a Gonçalo Amaral (LUSA)
3/6 - Gonçalo Amaral - Palácio da Justiça 16 de junho Foto: Lusa
4/6 - Gonçalo Amaral - Palácio da Justiça 16 de junho Foto: Lusa
5/6 - Gonçalo Amaral
6/6 - Gonçalo Amaral, ex-coordenador da investigação do caso Maddie

 

O Tribunal da Relação revogou a sentença do Tribunal da 1.ª Vara Cível de Lisboa, absolvendo Gonçalo Amaral, autor do livro "A Verdade da Mentira", sobre o caso Maddie, e absolvendo igualmente a Guerra e Paz Editores, a Valentim de Carvalho Filmes e a TVI.

Julgou totalmente improcedente a ação movida pelo casal McCann, por não provada, absolvendo Gonçalo Amaral relativamente a todos os pedidos contra ele formulados. O Tribunal da Relação de Lisboa reconhece a Gonçalo Amaral o seu direito constitucional a exprimir a sua opinião.

Anulou igualmente a proibição de comercialização do livro que resultara da sentença do Tribunal Cível.

"A Verdade da Mentira" regressará na próxima semana às livrarias portuguesas.

 

 

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico
Comentários

pub
pub
Outros títulos desta secção